Início dos atalhos. Fim dos atalhos.
Início do topo.
Fim do topo.
 
Mais de 4 mil educadores participam do Desafio Inova Escola

Mais de 4 mil educadores participam do Desafio Inova Escola

Suzana Camargo, João Marinho
09/09/2019
Compartilhar:

Número levantado em balanço inicial das inscrições aponta que 4.241 pessoas estão distribuídas nas 1.250 equipes cadastradas no Desafio


Um balanço preliminar das inscrições do Desafio Inova Escola revela que 8.624 educadores, de todos os estados brasileiros, mais o Distrito Federal, se inscreveram no site da premiação. Desses, 4.241 constituíram equipes e estão participando efetivamente do Desafio. O total de equipes cadastradas é de 1.250.  Aproximadamente 15% dos municípios brasileiros participam do Desafio.

“Os números são expressivos e denotam a proposta de fomentar processos inovadores no âmbito escolar, que favoreçam a construção de uma cultura de inovação na escola. Também é interessante enfatizar que o desenvolvimento dos estudantes nas competências para o século XXI, que são os objetivos do Desafio Inova Escola, atraiu o interesse de milhares de educadores”, observa Giselle Rocha, técnica de projetos no CENPEC Educação.

O Desafio Inova Escola é promovido pelo Programa ProFuturo, em comemoração aos 20 anos de atuação da Fundação Telefônica Vivo no Brasil. E conta com a coordenação técnica do CENPEC Educação. O programa tem abrangência nacional e convida educadores que atuam em escolas públicas e privadas de qualquer estado brasileiro, a identificar oportunidades ou necessidades de transformação dentro de sua unidade de ensino.

No Desafio, educadores são orientados, por meio de uma trilha formativa online e colaborativa, à construção de um projeto de inovação educativa. São considerados educadores, todos os profissionais que ocupam uma função dentro da escola, seja docente ou não docente.

“Acreditamos que a construção colaborativa é a melhor forma de implantar novos conceitos na educação. Tudo na Fundação segue este fluxo e não seria diferente no Desafio. Todo o planejamento do Desafio Inova Escola foi uma construção coletiva, ouvimos especialistas, técnicos e escolas. Além disso, cada um de nossos parceiros colocou sua experiência à disposição do projeto. Isso faz dele um prêmio ainda mais completo e especial”, explica Americo Mattar, diretor presidente da Fundação Telefônica Vivo.

O projeto deve ofertar solução para algum ou alguns problemas que existam dentro da unidade escolar na qual atuam. Na trilha, eles recebem uma formação gratuita e com certificação, e têm a oportunidade de criar um plano concreto de inovação. “As atividades da Trilha Formativa irão ajudar os educadores a identificarem um problema em seu cotidiano escolar e pensar em soluções para ele. Após esse momento, testam suas ideias em um protótipo e as sistematizam em um plano de inovação.”, explica Giselle Rocha.

Os melhores planos serão reconhecidos por meio de premiações regionais e nacionais. Os finalistas recebem, entre outros prêmios, assessoria técnica e apoio financeiro no valor de R$10 mil para colocar em prática, em 2020, o plano desenvolvido ao longo do Desafio.

O Desafio Inova Escola em números

Conheça os principais resultados quantitativos das inscrições no Desafio Inova Escola. Eles consideram o volume de participação dos educadores brasileiros e a abrangência geográfica alcançada pelo Desafio.




TAGS: Inovação

Comentários

Comentários