Início dos atalhos. Fim dos atalhos.
Início do topo.
Fim do topo.
 
Mapa de Experiências Inovadoras

Mapa de Experiências Inovadoras

Tamara Castro
24/09/2020
Compartilhar:

Divulgar experiências de inovação educacional realizadas nos diversos estados brasileiros a fim de inspirar novas práticas inovadoras. Com esse objetivo, o Desafio Inova Escola reuniu experiências reconhecidas em sua 1a edição (2019) e outras identificadas no Movimento de Inovação na Educação (MIE) em um infográfico interativo. Em formato do mapa do Brasil, o infográfico possibilita a pesquisa por filtros do tipo da iniciativa (projeto inovador ou escola inovadora), etapa e modalidade de ensino, dependência administrativa e região e estado. 

Para contar mais sobre este infográfico, as iniciativas selecionadas e os usos que os educadores e as educadoras podem fazer desse material, conversamos com Ana Cecília Chaves Arruda (coordenadora do Prêmio pelo CENPEC Educação), Aline Tiemi Yokoyama (técnica do projeto no CENPEC) e Bianca Castiglione (gerência de projetos sociais da Fundação Telefônica Vivo e liderança da plataforma Escola Digital). Confira!


Desafio: Qual é a importância de se discutir inovação educacional neste momento?

Ana Cecília Chaves Arruda (foto ao lado): A educação é um processo contínuo de construção e reflexão que deve ter a inovação como elemento presente em todo momento. Cabe às escolas e professores manterem-se conectados com os estudantes e suas famílias, atentos às mudanças constantes do mundo contemporâneo. Esse processo dinâmico necessita de abertura e criatividade para promover novas oportunidades de aprendizagem.

Especialmente neste momento de pandemia da Covid-19, em que há escolas fechadas e que em outras o ensino acontece remotamente, toda a comunidade escolar precisa se reinventar com diferentes estratégias a fim de garantir a aprendizagem de todos os estudantes. Apesar das muitas dificuldades, as professores e os professores estão criando novas possibilidades para chegar a seus alunos, com uso das tecnologias disponíveis e as possibilidades de acesso das famílias.  

Bianca Castiglione (foto ao lado): Neste momento de pandemia de COVID-19, com discussões sobre possível retorno escolar, protocolos sanitários e desafios, a inovação pode nos dar a oportunidade de olhar para a escola de uma nova forma, retomar a importância dos processos para que possamos juntos e juntas encontrar formatos, respeitar tempos, recuperar especialmente vínculos e relações. 

A escola não é a sua estrutura predial, mas as pessoas que fazem parte de sua comunidade e são elas, crianças, jovens, professoras(es), gestoras(es), responsáveis em quem devemos centrar nossos esforços. Como repensar a escola em um momento já tão desafiador onde as desigualdades estão exacerbadas? Como estão os estudantes e professores em seus diferentes contextos? 

Penso que olhar para as escolas que já pensavam de maneira inovadora e integrada pode nos trazer novas perspectivas,  especialmente para o ensino híbrido que se apresenta como uma possibilidade, o que havíamos pensado sobre ele antes de uma realidade pandêmica, talvez não se adeque ao momento, logo mesmo metodologias entendidas como inovadoras precisarão ser repensadas. Nesse sentido, reforço que coletivamente poderemos chegar a lugares mais humanos e possíveis para o desenvolvimento de todos e todas.

Desafio: O infográfico traz 25 Destaques Regionais e Nacionais da primeira edição do Prêmio Desafio Inova Escola, realizada em 2019, além de 88 experiências inovadoras em escolas, segundo o Movimento de Inovação na Educação. Quais foram os critérios empregados para fazer essa seleção?

Aline Tiemi Colombo Yokoyama (foto ao lado): Inicialmente fizemos uma curadoria de todas as experiências inovadoras disponibilizadas no site do Movimento de Inovação na Educação, parceiro do Prêmio, no qual encontramos dados gerais e específicos de cada projeto ou escola. Tendo em vista que o MIE também disponibiliza iniciativas inovadoras desenvolvidas por organizações da sociedade civil, o critério inicial empregado para selecionar as experiências que entraria no infográfico foi o fato de serem realizadas por escolas. Isso porque o Desafio Inova Escola tem como público principal educadores e gestores vinculados a instituições escolares da rede pública e privada. 

Em seguida, categorizamos todas as iniciativas entre “Projeto Inovador” e “Escolas inovadoras”, de modo que o conteúdo elaborado para o infográfico responde a algumas perguntas. No caso de um projeto inovador:

  • Qual problema ele busca resolver? 
  • Em que consiste o projeto?

No caso de uma escola inovadora: quais características e elementos a tornam inovadora?

Desafio: É possível identificar traços em comum entre essas iniciativas que apontem características interessantes a serem observadas quando se fala em inovação na educação, especificamente no ambiente escolar? Se sim, quais?

Aline Tiemi Colombo Yokoyama: Desde a sua concepção, o Desafio Inova Escola entende a inovação educativa como um caminho para novas respostas aos desafios da qualidade e equidade na educação. O seu ponto de partida é responder a um desafio real, que é vivenciado pelos próprios educadores e/ou pela comunidade escolar e que ocorre nas seguintes dimensões do fazer educativo: tempos, espaços, práticas, currículo e/ou relações. Além disso, demanda que haja intencionalidade, isto é, que faça sentido no contexto da escola, e construção colaborativa, de modo que a mudança encontre sustentação para acontecer e perdurar. Nesse sentido, as iniciativas incluídas no infográfico foram avaliadas segundo estes critérios e convergem a esse conceito.

Alinhadas ao Desafio Inova Escola, as demais experiências advindas do MIE também carregam em si um conceito de inovação na educação, que pressupõe:

  • serem resultado de iniciativas de escolas, instituições educativas e comunidades: produção de base;
  • produção coletiva e dialógica;
  • novos conceitos, estruturas ou metodologias – em relação às formas instrucionais, fragmentadas, hierárquicas e centralizadoras;
  • visarem superar as desigualdades, transformar seus contextos e garantir aprendizagem e desenvolvimento integral a todos e todas: qualidade na educação.

Desse modo, o conjunto de experiências inovadoras do infográfico valoriza aspectos comuns dos conceitos de inovação educativa do Desafio Inova Escola e do Movimento de Inovação na Educação como a cocriação, a escuta da comunidade escolar e a intencionalidade da qualidade e equidade na educação através das soluções propostas.

Desafio: Quais os possíveis usos que educadores e gestores podem fazer deste material? 

Ana Cecília Chaves Arruda: Temos 113 experiências de todas regiões do país, realizadas em contextos muito diferentes, que apresentam um leque  de possibilidades para outros educadores e gestores que vivem no dia a dia da escola, muitos desafios semelhantes. Essas experiências podem indicar caminhos e inspirar novas experiências inovadoras. A inovação é um movimento constante de mudanças e criação de novas possibilidades, e o Desafio Inova Escola vem contribuir para alimentar esse movimento nas escolas.  

Bianca Castiglione: As 113 experiências espalhadas pelo nosso vasto país me enchem de esperança, trazem concretude a teorias da melhoria da qualidade na educação, atravessadas pela lente da inovação. Educadores e gestores têm a rica oportunidade de olhar para o infográfico como uma potente rede de troca, fonte de inspiração para repensarem seu fazer cotidiano, provocações para realizarem releituras conforme seu contexto e momento. Além de se permitirem colocar em movimento na exploração das reflexões por trás de cada processo sistêmico das iniciativas referenciadas, que não excluem os erros e acertos de seus caminhos, mas renovam-se a cada dia, como cada nova experiência, sempre em relação com aqueles que habitam a escola.

 

TAGS: Inovação Desafio Profuturo

Comentários

Comentários